2015/08/31

De Custos correntes até Desenho modular | Glossário da inovação



Custos correntes [NET BIC Porto] Despesas com os custos com pessoal e outros gastos correntes como os originários pela compra de materiais, consumos e equipamentos de apoio de I+D, que não fazem parte dos gastos de capital; por exemplo: livros, revistos, subscrições de revistas, materiais de laboratório, etc.

Custos de Capital [NET BIC Porto] Custos Brutos do exercício anual referentes aos elementos de Capital Fixo utilizados em I+D; compreendem: terrenos e edifícios, instrumentos e equipamentos e software.

Custos em Inovação [NET BIC Porto] Recursos financeiros aplicados nas actividades de inovação e que incluem, entre outros, os seguintes: I+D interno, aquisição de patentes e licenças, desenho industrial, formação, maquinaria e equipamento, consultadoria externa de I+D, subcontratação de I+D, etc.

Custos Externos [NET BIC Porto] Quantidades gastas para a realização de actividades de I+D fora da unidade ou centros de investigação da empresa, qualquer que seja a sua origem, durante o período de referencia. Inclui os gastos fora do território nacional. Sinônimo: Custos extramuros.

Custos Internos [NET BIC Porto] Quantidades gastas para a realização de actividades de I+D dentro da unidade ou centro de investigação da empresa, qualquer que seja a origem dos fundos, durante o período de referencia, inclusive os custos realizados fora do centro, mas no apoio dessa actividades de I+D internas. Sinônimo: Custos intramuros.

Custos Salariais [NET BIC Porto] Salários, remunerações e gastos complementares de pessoal (férias, prémios, fundos de pensões, indemnizações, etc.).

Data Mining [NET BIC Porto] Conjunto de técnicas de análise e exploração de dados que permite extrair informações ocultas e prognosticáveis de grandes bases de dados. Esta informação agiliza à predição de futuras tendências, comportamentos, etc. Pode considerar-se que é uma ferramenta de ajuda na tomada de decisão e na planificação. Sinônimo: mineração de dados.

Data Warehousing [NET BIC Porto] Sistema ou processo de armazenamento único e integração de grandes quantidades de informação, sobre os clientes de uma empresa, procedentes de diversas fontes. Os diversos departamentos da empresa podem aceder a esta informação. O processo de exploração desta informação denomina-se data mining.

DEE – Desenho de modelo de teste [NET BIC Porto] Ferramenta para a optimização de desenhos de processos e produtos que permite reduzir o tempo de desenvolvimento de produtos e aumentar a qualidade resultante. Sinônimo: Estatísticas de desenhos de modelos de testes.

Demanda [SENAI SESI] É a necessidade de determinado um bem ou serviço gerada pelo mercado que os consumidores desejam adquirir por um preço definido.

Descrição do produto/processo/serviço [SENAI SESI] Descreve o próprio produto, processo ou serviço do que se deseja produzir. Diz respeito às suas especificações e funcionalidades solicitadas e necessárias para atender às expectativas levantadas na proposição do projeto.

Desenho ajustado [NET BIC Porto] Aquele cujo objectivo é conseguir atingir a máxima economia dos meios, eliminando tudo o que não é necessário e maximizando a eficiência. Sinônimo: Lean design.

Desenho incremental [NET BIC Porto] Estratégia de desenho que cria elementos autónomos e logicamente relacionados (módulos) que se vão acrescentando ao projecto à medida que avança o desenho. Esta estratégia permite minimizar o impacto das mudanças que se produzem no processo do desenho. Sinônimo: desenho modular.

Desenho industrial [ANPEI] Forma plástica ornamental de um objeto ou conjunto ornamental de linhas e cores que possa ser aplicado a um produto, passível de reprodução por meios industriais. Fonte: Proteção da Criatividade e Inovação - Guia para Jornalistas. INPI e CNI.

Desenho industrial [NET BIC Porto] Modalidade de propriedade industrial análoga ao modelo industrial mas para objectos bidimensionais. Nota: no Reino unido existe a figura “Desenho Industrial” que engloba o modelo industrial e o desenho industrial.

Desenho modular [NET BIC Porto] Estratégia de desenho que cria elementos autónomos e logicamente relacionados (módulos) que se vão acrescentando ao projecto à medida que avança o desenho. Esta estratégia permite minimizar o impacto das mudanças que se produzem no processo do desenho. Sinônimo: Desenho Incremental.



Referências




2015/08/28

De Contrato de confidencialidade até Custo Empresarial em I+D | Glossário da inovação



Contrato de confidencialidade [ANPEI] Instrumento legal em que as partes destacam materiais ou conhecimentos confidenciais que desejam compartilhar para determinado propósito, mas cujo uso generalizado desejam restringir. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Contrato de parceria [ANPEI] Instrumento legal que visa formalizar a execução de atividades entre empresas, instituições e/ou pessoas físicas. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Contrato de parceria [SENAI SESI] É o instrumento legal que visa formalizar a execução de atividades em parceria entre o DR e a empresa parceira. Nesse contrato devem constar os benefícios da empresa e do SENAI e/ou SESI no projeto e demais cláusulas relativas à propriedade, inclusive intelectual, e de comercialização de seus resultados. Este mecanismo de parceria possibilita a realização de ações de interesse comum entre os participantes.

Cooperação tecnológica [ANPEI] Forma de colaboração entre empresas e instituições de ensino e pesquisa para desenvolvimento de produtos e processos quando a tecnologia usada não pode ser efetivamente transferida por meio da venda do direito de utilização ou da simples transferência de informações. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Cooperação universidade-empresa [ANPEI] Forma de colaboração para formação de recursos humanos, acesso a laboratórios, apoio à pesquisa, ao desenvolvimento tecnológico e à transferência de tecnologia. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

CORDIS – Community Research & Development Information Service [NET BIC Porto] Serviço de informação sobre investigação, desenvolvimento e inovação na União Europeia.

Co-word analysis [NET BIC Porto] Técnica utilizada no estudo sistemático do uso de dois ou mais termos, que aparecem à vez em vários documentos, para determinar se existe relação entre eles, utiliza-se no campo da vigilância tecnológica para detectar os novos conceitos que surgem em qualquer campo do saber. Sinônimo: Análises co- ocorrência, análise da concorrência de palavras.

Crescimento Integrado [NET BIC Porto] Estratégia de crescimento em que uma empresa adquire algum outro elemento da cadeia de distribuição da qual ela é um membro. O crescimento integrado pode ser para frente ou para trás

Criatividade [NET BIC Porto] Capacidade para produzir coisas ou ideias novas, todo o individuo tem esta capacidade de forma potencial pelo que se pode desenvolver de forma consciente.

CRM [NET BIC Porto] Ferramenta de gestão tecnológica que facilita a venda, convertendo a informação relevante sobre os clientes em repostas de negócio, permite planificar tanto as relações da empresa – cliente como garantir o mesmo serviço a todos os clientes independentemente do meio usado (telefone, e-mail, página web, pessoalmente, etc.).

Cronograma físico-financeiro [SENAI SESI] É a distribuição das atividades de implantação do projeto ao longo do tempo, tendo associadas a estas atividades os recursos humanos, físicos e financeiros previstos no planejamento.

Cultura Corporativa [NET BIC Porto] As estratégias particulares, estilos de gestão, sistemas organizacionais, ambiente e valores partilhados dentro de uma organização, que contribuem para a formação de sua identidade.

Cultura da empresa [NET BIC Porto] Conjunto de ideias, opiniões e atitudes que a maior parte dos trabalhadores de uma empresa entende, respeita, partilha e adopta, o que influencia a gestão da empresa. Sinônimo: cultura empresarial.

Cultura da inovação [NET BIC Porto] Aquela que propicia a criação de um clima favorável à inovação nas organizações.

Cultura de inovação [ANPEI] Conjunto de crenças, comportamentos, processos, valores, formas de agir de uma organização que apoiam e incentivam a criatividade e inovação. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Cultura organizacional [NET BIC Porto] É constituída pelo conjunto de comportamentos, padrões, ideias e valores de uma empresa, que a identificam e a tornam única. É o principal factor responsável pelo desenvolvimento de um sentido de unidade e participação colectiva. Tendencialmente associa-se uma forte cultura empresarial às grandes empresas, onde conceitos de qualidade e excelência imperam.

Custo Empresarial em I+D [NET BIC Porto] Recursos utilizados pelas empresas nas actividades de I+D.



Referências




2015/08/27

De CIM até Contact center | Glossário da inovação



CIM [NET BIC Porto] Tecnologia que, ao combinar uma ampla gama de actividades assistidas por computador que integra os processos existentes no processo de fabricação /desenho, controle de existências, fabricação, cálculo do custo dos materiais, distribuição, etc.), oferece uma maior flexibilidade ao fabricante, permitindo à empresa responder com maior agilidade à procura do mercado e ao desenvolvimento de novos produtos.

CINE [NET BIC Porto] Classificação Internacional Normalizada da Educação que se utiliza nas estatísticas e estudos internacionais sobre a educação para comparar dados homogéneos entre diferentes países. Sinônimo: Sistema Internacional de Classificação Uniforme, ISCED.

Círculo de inovação [NET BIC Porto] Processo colectivo de carácter voluntário que tem como objectivo introduzir e desenvolver práticas de vigilância tecnológica nas empresas e facilitar o intercâmbio de informação tecnológica entre elas.

Clusters [ANPEI] Empresas e/ou instituições que interagem entre si, gerando e capturando sinergias, com potencial de atingir crescimento contínuo superior a uma simples aglomeração econômica, geograficamente próximas e pertencentes a um setor específico. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Comercialização [NET BIC Porto] Processo que facilita a venda de produtos, serviços e resultados de projectos de investigação mediante diversas operações encaminhadas para atingir a venda.

Comércio electrónico [NET BIC Porto] Intercâmbio de bens e serviços em que tanto a oferta, como a compra e o pagamento se realizam utilizando as tecnologias da informação e comunicação.

Comité Europeu de Normalização – CEN [NET BIC Porto] Organismo de âmbito comunitário, independente, sem fins lucrativos e competente no desenvolvimento de trabalhos de normalização de todos os sectores técnicos excepto do campo das telecomunicações e da electrónica. O seu objectivo é criar normas europeias harmonizadas de carácter técnico que fomentem a concorrência e dinamizem o mercado europeu.

Comité Europeu de Normalização Electrónica – CENELEC [NET BIC Porto] Organismo de normalização de âmbito comunitário competente no desenvolvimento de trabalhos de normalização no campo da electrotecnia. Tem por objectivo criar normas europeias harmonizadas de carácter técnico que fomentem a concorrência e dinamizem o mercado europeu.

Competências ICT [NET BIC Porto] Competências e conhecimentos que as pessoas necessitam para desempenhar tarefas relacionadas com as tecnologias de informação e comunicação (informática, Internet, etc.).

Compras com alavancamento [NET BIC Porto] Aquisição das sociedades pela direcção de uma empresa e/ou por grupos de direcção externos, financiada mediante diversos instrumentos, garantida pelos próprios activos da empresa adquirida.

Conhecimento explícito [ANPEI] É o conhecimento formal, claro, regrado e fácil de ser comunicado. Pode ser formalizado na forma de textos, gráficos, desenhos, diagramas etc., e guardados em bases de dados públicas ou publicações.Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae.

Conhecimento tácito [ANPEI] Aquele que o indivíduo adquiriu ao longo da vida, que está na cabeça das pessoas. Geralmente é difícil de ser formalizado, é subjetivo e inerente às habilidades, como know-how. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae.

Conhecimento Tácito [NET BIC Porto] Conjunto de informações e dados que não estão organizados nem transformados para facilitar a sua exploração.

Consórcio de pesquisa [ANPEI] Realização conjunta de pesquisa entre empresas com a finalidade de compartilhar informações e risco e baratear o custo da pesquisa, geralmente em estágio pré-competitivo, podendo envolver concorrentes diretos ou não. São formados para lidar com assuntos muito incipientes, quando os resultados visam o longo prazo ou quando existe intenção de captura de valor sobre a informação. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae.

Contact center [NET BIC Porto] Departamento ou centro de atendimento multicanal cuja finalidade é oferecer serviços integrais de atendimento ao cliente através de diversas formas (correio electrónico, chamadas telefónicas, fax, etc.) e com um único ponto de contacto para os clientes. Actualmente existe uma clara tendência para à externalização e deslocalização destes centros.



Referências




2015/08/26

De CAE – Engenharia Assistida por Computador até Cienciométria | Glossário da inovação



CAE – Engenharia Assistida por Computador [NET BIC Porto] Tecnologia que se ocupa do uso dos computadores no desenho, análise, avaliação, simulação, optimização e fabricação dos produtos e das tarefas que se realizam ao longo do ciclo de vida dos produtos, pelo que engloba as ferramentas de CAD e CAM.

CAM – Engenharia Assistida por Computador [NET BIC Porto] Uso de sistemas informáticos como ferramenta de planeamento, gestão e controlo dos processos envolvidos na fabricação dos produtos.

Capital de arranque [NET BIC Porto] Fundo que permite financiar o arranque da produção e distribuição.

Capital de risco [NET BIC Porto] Forma de financiamento da actividade empresarial, através de capitais próprios, com um horizonte de médio e longo prazo, mediante a entrada de um sócio, normalmente minoritário, mas empenhado no sucesso da empresa que, por isso, acompanhará de forma activa, vocacionada para o apoio a empresas sem acesso ao mercado de capitais, com relevo para as PME.

Capital de semente [NET BIC Porto] Capital fornecido (quase sempre em pequenos montantes) para transformar uma boa ideia num produto ou serviço comercializável. Pode estar ligado ao desenvolvimento do produto mas raramente envolve o marketing inicial. É a forma mais arriscada de capital de risco dado que o conceito, a tecnologia, o empreendedor e o mercado ainda não têm provas dadas. Sinônimo: Financiamento de semente, investimento semente.

Caracterização da demanda [SENAI SESI] Descreve as necessidades que levaram à proposição do projeto, oriundas de demandas de mercado, necessidade empresarial, solicitação de clientes, avanço tecnológico, exigência legal e necessidades sociais. Apoiam-se em bases de estudos ou outras evidências e devem apresentar os benefícios que serão gerados com a inovação proposta.

Card Sorting [NET BIC Porto] Técnica de categorização de conteúdos baseada na observação de como os usuários agrupam e classificam um conjunto de conceitos, escritos cada um deles num cartão, em diversas categorias criadas pelos usuários ou por um terceiro. Nota: Ocasionalmente encontra-se o uso da expressão Categorização por cartões.

Casa de Qualidade [NET BIC Porto] Ferramenta de planeamento, em forma de casa, que representa, as seguintes categorias de informação sobre o consumidor e a empresa: qualidade procurada, características da qualidade, matriz de relações, tabela de planificação da qualidade e do desenho. Permite conectar a “Voz do Cliente” com a “Voz do engenheiro”. O formato de uma casa faz com que se desprenda da função de qualidade (QFD) e se conheça também com o nome de “Casa de Qualidade”.

Centro de inovação [ANPEI] Organização que abriga e promove a geração de empreendimentos inovadores e de atividades para o desenvolvimento de conhecimento científico e tecnológico e capacitação tecnológica, financeira e gerencial de empresas numa região. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Centro de pesquisa [ANPEI] Organização que abriga laboratórios para realização de atividades de pesquisa e desenvolvimento. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Centro tecnológico [NET BIC Porto] Entidade jurídica, sem fins lucrativos, que realiza investigações tecnológicas de carácter privado e cuja missão é contribuir para a melhoria da competitividade das empresas reforçando a capacidade de inovação da indústria do país mediante o aperfeiçoamento tecnológico e da gestão tecnológica.

Certificação [NET BIC Porto] A emissão de um documento que estabelece a conformidade de uma determinada empresa, produto, processo ou serviço com os requisitos definidos em normas ou especificações técnicas. A certificação de produtos em Portugal não é obrigatória.

Certificado digital [NET BIC Porto] Documento codificado que identifica o computador emissor numa comunicação segura. Garante a autentificação da identificação do emissor para evitar fraudes de suplantação de identidade. Sinônimo: Assinatura digital do computador.

Cibermetría [NET BIC Porto] Aplicação da bibliométria, informetria e cienciometria na WWW, com o objectivo de realizar análises quantitativas sobre publicações na web, que permitam tomar decisões estratégicas sobre a presença ou não de determinadas organizações na rede.

Ciclo de vida de um produto [NET BIC Porto] Etapas na vida de um produto, em termos de venda e rentabilidade, desde o seu lançamento até ao seu declínio: lançamento, crescimento, maturidade e declínio.

Cienciométria [NET BIC Porto] Disciplina que aplica técnicas matemáticas e estatísticas as ciências físicas, naturais e sociais com o fim de investigar as características da investigação científica e examinar o desenvolvimento e as políticas científicas permitindo a comparação das políticas de diversos países. Utiliza métodos bibliométricos.



Referências




2015/08/25

De B2A até Cadeia de fornecimento | Glossário da inovação



B2A [NET BIC Porto] Transacções que se realizam entre empresas e as administrações públicas.

B2B [NET BIC Porto] Comércio electrónico em que as transacções se realizam entre uma empresa, instituição pública ou entidade pública e outra empresa e não com indivíduos ou consumidores finais.

B2C [NET BIC Porto] Comércio electrónico em que as transacções que se realizam entre uma empresa e os consumidores ou usuários finais.

B2I [NET BIC Porto] Transacções que se realizam entre empresas e investidores.

Base de conhecimentos [NET BIC Porto] Conjunto de informação sobre a qual se baseia o desenvolvimento de um determinado tema ou sector.

Benchmarketing [NET BIC Porto] Processo contínuo e sistemático que permite a avaliação e comparação de práticas relacionadas com os produtos, serviços e processos de uma organização em relação aos concorrentes reconhecidos como líderes no seu sector, com o objectivo de realizar melhorias. Sinônimo: Avaliação comparativa.

Bibliometria [NET BIC Porto] Disciplina de carácter multidisciplinar que analisa a comunicação impressa a organização dos sectores científicos – técnicos mediante a análise de fontes bibliográficas e patentes. Utiliza técnicas qualitativas e quantitativas. O seu objectivo é proporcionar ferramentas para medir os resultados de investigação, mas sem os avaliar.

BIMBO [NET BIC Porto] Combinação de MBO e MBI: aquisição de uma empresa por parte da sua equipa de gestão e por parte de uma equipa directiva externa. É uma compra com alavancamento, isto é, garantida pelos próprios activos da empresa adquirida.

Biotecnologia [NET BIC Porto] Aplicação de técnicas próprias da ciência e da tecnologia aos organismos vivos e as suas partes, com o objectivo de modificar o seu material como fonte de conhecimentos, bens e serviços.

Bluetooth [NET BIC Porto] Protocolo de comunicação sem fios, criado pela empresa sueca Ericsson, que permite a ligação sem cabos a um computador compatível ou a qualquer outro dispositivo com capacidade para Bluetooth que se encontrem a uma distância máxima de 10 metros. Preparado para conexões de dados e de áudio.

Boas práticas [NET BIC Porto] Conjunto de actividades, estratégias, políticas, procedimentos, princípios e normas, que estão documentadas e baseadas em uma ampla experiência que permitem obter resultados bastante efectivos numa área de conhecimento. Sinônimo: Best practices, melhores práticas.

Brainstorming [NET BIC Porto] Técnica que propicia a criatividade e a inovação ao maximizar a habilidade de gerar e recompilar novas ideias, sem considerar o seu valor ou validade inicial e deixando de lado as regras e inibições sociais. Sinônimo: tempestade cerebral.

Buygrid [NET BIC Porto] Consiste em três classes de compras na indústria: voltar a comprar, o que normalmente conduz a uma reordenação dos actuais fornecedores; voltar a comprar de forma modificada, que implica uma reavaliação da política actual tendo, muitas vezes, em vista uma melhoria da qualidade; e nova tarefa de compara, em que uma organização compra algo que nunca tinha comprado antes.

C2C [NET BIC Porto] Comércio electrónico em que as transacções realizam-se entre consumidores ou usuários finais, por exemplo: sítios de leilão electrónicos.

CAD – Desenho Assistido por Computador [NET BIC Porto] Ferramenta informática que permite desenhar modelos em duas ou três dimensões, como se se tratasse de objectos reais.

Cadeia de fornecimento [NET BIC Porto] Conjunto de unidades de negócio que engloba fornecedores, produtores, distribuidores, retalhistas, clientes, serviço e manutenção, cuja a finalidade é coordenar para melhorar a qualidade, minimizar os custos, melhorar a velocidade do processo, cumprir as encomendas, melhorara a satisfação do cliente, etc.



Referências




2015/08/24

De Angel investor ou investidor anjo até Avaliação tecnológica | Glossário da inovação



Angel investor ou investidor anjo [ANPEI] Pessoa física que, por meio de uma pessoa jurídica, investe em empresas nascentes (startups). Tem normalmente uma participação minoritária no negócio e não ocupa posição executiva na empresa, mas apoia o empreendedor com seu conhecimento, experiência e relacionamento, além dos recursos financeiros. É geralmente um ex-empresário ou executivo que já trilhou uma carreira de sucesso, acumulando recursos suficientes para investir e oferecer sua experiência para as empresas. O investimento é normalmente feito por um grupo de dois a cinco investidores anjo, tanto para diluição de riscos como para o compartilhamento da dedicação, sendo definido um ou dois como investidores-líderes para cada negócio, de forma a agilizar o processo de investimento. Fonte: Anjos do Brasil.

Ano de referência [NET BIC Porto] Aquele que se utiliza como ano base para realizar cálculos, obter dados, estabelecer comparações, etc.

Aprendizagem Contínua [NET BIC Porto] Formação permanente, durante toda a vida profissional. Sinônimo: Formação permanente.

Arranjo produtivo local (APL) [ANPEI] Arranjos Produtivos Locais são aglomerações de empresas, localizadas em um mesmo território, que apresentam especialização produtiva e mantêm vínculos de articulação, interação, cooperação e aprendizagem entre si e com outros atores locais, tais como: governo, associações empresariais, instituições de crédito, ensino e pesquisa. Existe uma vasta literatura nacional e internacional sobre o fenômeno da aglomeração de empreendimentos de uma mesma atividade produtiva em uma determinada região geográfica. Há muitas denominações e ênfases diferentes. O mesmo fenômeno é às vezes denominado arranjo produtivo local, sistema produtivo local ou mesmo "cluster". No Brasil a expressão mais difundida é arranjo produtivo local. Entre os diversos conceitos existentes, destaca-se o descrito abaixo, de autoria da Rede de Pesquisa em Sistemas Produtivos e Inovativos Locais, uma rede de pesquisa interdisciplinar, formalizada desde 1997, sediada no Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Seu principal foco de pesquisa são os arranjos e sistemas produtivos locais. "Arranjos produtivos locais são aglomerações territoriais de agentes econômicos, políticos e sociais - com foco em um conjunto específico de atividades econômicas - que apresentam vínculos mesmo que incipientes. Geralmente envolvem a participação e a interação de empresas - que podem ser desde produtoras de bens e serviços finais até fornecedoras de insumos e equipamentos, prestadoras de consultoria e serviços, comercializadoras, clientes, entre outros - e suas variadas formas de representação e associação. Incluem também diversas outras organizações públicas e privadas voltadas para: formação e capacitação de recursos humanos, como escolas técnicas e universidades; pesquisa, desenvolvimento e engenharia; política, promoção e financiamento". Fonte: MDIC.

As Sete Ferramentas da Qualidade [NET BIC Porto] Instrumentos de análise estatística que são utilizados para estudar e melhorar os processos. As ferramentas são: Diagrama Causa-Efeito, Histograma, Diagrama de Pareto, Diagrama de Dispersão, Gráficos de Controlo, Diagrama de Fluxos (Estratificação) e Folha de Verificação ou Recompilação de Dados. Sinônimo: Sete ferramentas de controlo de qualidade.

Assinatura Digital [NET BIC Porto] Modo de assinar documentos de forma electrónica que permite ao receptor da informação enviada electronicamente comprovar a origem da dita informação e confirmar que está completa e que não foi alterada. Esta assinatura apareceria modificada se fosse decifrada por uma pessoa não autorizada pelo que o receptor saberia que acederam a informação sem a sua autorização.

Assinatura digital do servidor [NET BIC Porto] Documento codificado que identifica o computador emissor numa comunicação segura e garante a autentificação da identificação do dito emissor para evitar fraudes de falsificação de identidade. Sinônimo: certificado digital.

Atividade [SENAI SESI] São ações que os executores realizam para alcançar os resultados. O gerenciamento deve garantir que as atividades gerem os resultados esperados (Manual de Gerenciamento de Projetos ENAP).

Atividade de inovação [ANPEI] São etapas científicas, tecnológicas, organizacionais, financeiras e comerciais que conduzem, ou visam conduzir, à implementação de inovações. Algumas atividades de inovação são em si inovadoras, outras não são atividades novas, mas são necessárias para a implementação de inovações. As atividades de inovação também inserem a P&D que não está diretamente relacionada ao desenvolvimento de uma inovação específica. Uma inovação precisa ter sido implementada para ser considerada como tal. Isso ocorre com a introdução de um produto novo ou melhorado no mercado ou quando novos processos, métodos de marketing e métodos organizacionais são efetivamente utilizados nas operações das empresas. Fonte: Manual de Oslo.

Auditoria [NET BIC Porto] Confirmação e verificação da exactidão e fiabilidade dos documentos contáveis.

Auditoria do conhecimento [NET BIC Porto] Método utilizado para analisar o conhecimento, que um departamento de uma empresa tem e necessita para atingir os seus objectivos, e o seu grau de disponibilidade. O resultado é uma descrição que permite estabelecer o “sabe que sabe” e “sabe que não sabe” do departamento ou da empresa. Incluí uma análise das necessidades, do fluxo, do grau de estandardização, etc.

Auditoria da informação [NET BIC Porto] Processo que analisa aspectos da gestão da informação, determinando se a mesma favorece a consecução dos objectivos da empresa. Factores que descreve: necessidades de informação, informação disponível, informação gerada, duplicação da informação, fluxo de informação, custo de armazenamento da informação, acessibilidade à informação, recursos de informação utilizados, valor da informação para a empresa, barreiras existentes no fluxo da informação, etc.

Auditoria tecnológica [NET BIC Porto] Método formal que avalia os activos (recursos humanos e infra-estruturas) e as necessidades tecnológicas de uma entidade pública ou privada.

Avaliação entre colegas [NET BIC Porto] Processo de avaliação de uma publicação ou projecto realizado por uma pessoa ou um grupo de pessoas especialistas no campo do trabalho que se avalia, os objectivos deste processo são: determinar a qualidade do trabalho, estabelecer possíveis melhorias, etc. Sinônimo: Avaliação entre pares, revisão inter-pares.

Avaliação comparativa [NET BIC Porto] Processo contínuo e sistemático que permite a avaliação e comparação das práticas relacionadas com os produtos, serviços e processos de uma organização frente aos concorrentes reconhecidos como líderes no seu sector, com o fim de realizar melhorias. Sinônimo: Benchmarking

Avaliação tecnológica [NET BIC Porto] Análise dos efeitos do desenvolvimento tecnológico na sociedade com o objectivo de determinar em que medida o dito desenvolvimento melhora ou inclusivé maximiza o bem comum e minimiza o risco da sociedade no geral.



Referências




2015/08/21

De Acção chave até Análise SWOT | Glossário da inovação


Acção chave [NET BIC Porto] Actividade necessária para atingir determinados objectivos. No contexto do 5º programa Quadro (FP5) da EU também se define como um grupo de projectos (aplicados, genéricos e básicos) dirigidos para um determinado fim.

Acção concertada [NET BIC Porto] Actividade necessária para atingir determinados objectivos. No programa marco da EU também se define como um grupo de projectos (aplicados, genéricos e básicos) dirigidos para um determinado fim.

Acção conjunta [NET BIC Porto] No contexto da União Europeia é aquela que favorece a aplicação de um determinado programa ou a organização de tarefas futuras do mesmo. Sinônimo: Acção concertada.

Acções de custo compartido [NET BIC Porto] No contexto da União Europeia, são actividades financiadas parcialmente, isto é, os custos de financiamento são divididos entre o promotor e os fundos da União Europeia.

Activo [NET BIC Porto] Bens e direitos pertencentes a uma pessoa sob a sua forma física ou jurídica.

Activo incorpóreo [NET BIC Porto] Elementos intangíveis, avaliados pelo preço de aquisição, que fazem parte do activo de uma empresa, entre eles incluem-se: os funcionários e as suas competências, conhecimentos e criatividade. Sinônimo: Imobilizado incorpóreo, activo intangível.

Agência ou órgão de fomento [ANPEI] Entidade de apoio a organizações científicas e empresariais que oferecem linhas de crédito para financiamento de capital fixo e de giro, prestação de garantias, realização de operações especiais de investimento, prestação de serviços de assessoria e consultoria financeira, estímulo à produção regional e assistência à implementação de projetos de desenvolvimento industrial. Fonte: Dicionário Tecnologia e Inovação Sebrae – CE.

Agrupamento Agrupación Cluster [NET BIC Porto] Conjunto de actividades que, mantendo a sua personalidade jurídica, operam em um sector defendendo os seus interesses de forma conjunta.

AMFE – Análise Modal de Falhas e Efeitos [NET BIC Porto] Ferramenta de prevenção de falhas, cujo objectivo é identificar as potenciais falhas de um produto ou processo e avaliar os seus efeitos, com a finalidade de realizar acções correctivas que minimizem os ditos efeitos. Aplica-se tanto ao desenho do produto como ao processo.

Análise de co-ocorrência de palavras [NET BIC Porto] Técnica utilizada no estudo sistemático do uso de dois ou mais termos, que aparecem ao mesmo tempo em vários documentos, para determinar se existe relação entre eles, utiliza-se no campo da vigilância tecnológica para detectar os novos conceitos que surgem em qualquer campo do saber. Sinônimo: Co-word analysis, análise da co-ocorrência de palavras.

Análise de Patentes [NET BIC Porto] Procedimento de apoio ao diagnóstico tecnológico que permite obter informação sobre as tendências tecnológicas, as práticas inovadoras de outras empresas, a disponibilidade de tecnologias úteis em venda, etc.

Análise do Campo de Forças [NET BIC Porto] Técnica que permite identificar os factores que favorecem e que limitam a aplicação de uma mudança, permitindo reforçar os positivos e reduzir ou eliminar os negativos. Consiste numa listagem com duas colunas onde se enumeram os pontos a favor ou as forças impulsoras, na primeira coluna e os pontos contra ou as forças restringentes, na segunda. Sinônimo: Análise dos factores da mudança, análise de Valor.

Análise do mercado [NET BIC Porto] Técnica que permite estabelecer a possibilidade de entrar no mercado de forma qualitativa e quantitativa, mediante o estudo de factores e características relevantes de um determinado mercado. Devem ser analisados os seguintes aspectos: dimensão do mercado, aspectos gerais do sector, potencial, segmentos que o compõem, análise da concorrência, evolução da procura, barreiras à entrada, comportamento dos consumidores, etc.

Análise dos factores da mudança [NET BIC Porto] Técnica que permite identificar os factores que favorecem e que permitem a aplicação de uma mudança, reforçando os positivos e diminuindo ou eliminando os negativos. Consiste numa listagem com duas colunas onde se enumeram os pontos a favor ou forças impulsionadoras na primeira coluna e os pontos contra e as forças restringentes na segunda. Sinônimo: Análise de Valor, Análise do campo de forças.

Análise Preliminar de Riscos (APR) [SENAI SESI] Consiste no estudo feito durante a fase de concepção ou desenvolvimento preliminar de um novo projeto, com a finalidade de se determinar os possíveis riscos que poderão impactar na execução do projeto e assim já estabelecer as respostas para os riscos, caso estes ocorram.

Análise SWOT [NET BIC Porto] Método que facilita o estudo da situação de uma empresa mediante a avaliação dos seus pontos fortes, fracos (factores internos), ameaças e oportunidades (factores externos), concretiza-se numa tabela ou esquema que permite estabelecer o diagnóstico estratégico da empresa.



Referências




Glossário da inovação - Referências



Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI)
Glossário da inovação
São Paulo [s.a.]
http://www.anpei.org.br/web/anpei/glossario



NET (Novas Empresas e Tecnologias) - Business and Innovation Centre (BIC) do Porto
Dicionário de Inovação
Porto 2007
http://www.net-sa.pt/editorial.ud121?cat0_oid=-642&cat1_oid=-645


Edital SENAI-SESI de Inovação 2012. Glossário
Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) - Serviço Social da Indústria (SESI)
Brasília 2012
http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas-senai/programas/edital-de-inovacao/2012/06/1,3975/glossario.html
http://www.sesipr.org.br/inovacaosocial/uploadAddress/glossario_inovacao_2012[32981].pdf



Finep - Inovação e Pesquisa
Glossário
Rio de Janeiro [s.a]
http://www.finep.gov.br/biblioteca/glossario



Secretaria Executiva de Atendimento ao Investidor
Programa de Investimentos em Logística
Glossário
Brasília [s.a]
http://www.logisticabrasil.gov.br/glossario





2015/08/14

«Newsletter L&I» (n.º 62, 2015-07-27)




Administração Pública e inovação | Administración Pública e innovación |
Administration Publique et innovation | Public Administration and innovation

Um inovador | Un innovador | Un innovateur | An innovator

Uma inovação | Una innovación | Une innovation | An innovation

A execução da inovaçao | La ejecución de la innovación | L’exécution de l’innovation |
The innovation execution



Liderar Inovando (BR)

«O povo quer Ciência» [web] [intro]
«Produtores de sete estados disputam o Concurso Inventor Rural» [web] [intro]
«Exposição apresenta 40 objetos que mostram o trabalho de engenheiro e pensador de um dos homens mais brilhantes da história. Leonardo da Vinci: A Natureza da Inveção» [web] [intro]
«CPFL Energia promove melhorias no processo de distribuição» [web] [intro]

Liderar Inovando (PT)

«A Polónia deu autonomia às escolas e passou a estar ao lado dos melhores» [web] [intro]
«Escola Portuense cria a primeira escola virtual de Língua Gestual» [web] [intro]
«Plataforma portuguesa leva ao mundo inteiro ideias simples e que ajudam a vida de muitas pessoas afetadas por doenças» [web] [intro]
«Chamada de Projetos ao Laboratório Ibero-Americano de Inovação Cidadã #LABiCBR» [web] [intro]

Liderar Innovando (ES)

«Tenerife acogerá en octubre el II Congreso Iberoamericano de Innovación Pública» [web] [intro]
«Los 10 países más innovadores del mundo» [web] [intro]
«Innovación, intuición vs Big Data y la telepatía informática según Mark Zuckerberg (1ª parte)» [web] [intro]
«Castilla y León aumenta su desventaja en el uso de las TIC. Solo se salvan la innovación tecnológica y el uso del e-learning en la empresa» [web] [intro]

Mener avec Innovation (FR)

«Le nouveau portail franco-mexicain pour la recherche et l’innovation, au service de la coopération scientifique entre les deux pays» [web] [intro]
«Une fondation libérale, progressiste et européenne» [web] [intro]
«Le tour du monde de l’innovation» [web] [intro]
«Favi: quand confiance rime avec performance» [web] [intro]

Leadership and Innovation (EN)

«Innovation vital to meet public sector challenges, says CIPFA president» [web] [intro]
«6 Unusual Habits of Exceptionally Creative People» [web] [intro]
«State-of-the-art innovation centre planned for former Wellington Street School» [web] [intro]
«Middle school students learn to use creativity through ‘Innovation, Design and Robotics’ program» [web] [intro]

Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial 4.0 Internacional