2016/12/09

«Gerenciando pessoas de diferentes gerações»



Harvard Business Review via Affero Lab



«A forma como o gestor se relaciona com os colaboradores e, principalmente, o que faz para incentivar profissionais de diferentes gerações a colaborar e trabalhar em equipe são fatores essenciais para o clima no ambiente de trabalho.

»Mas, como gerir profissionais de diferentes gerações? Como motivar equipes com indivíduos mais velhos e experientes ou muito mais novos? E o que fazer para encorajar todos a compartilhar seus conhecimentos?



»Confira algumas dicas:


»Fuja dos estereótipos

»Baby Boomers, Geração X, Geração Y...

»Todos esses termos são usados para definir características comuns a pessoas nascidas em determinada época. Entretanto, vale lembrar que, ainda que apresentem traços semelhantes, cada indivíduo é único, e lidar com as pessoas com base somente nessas definições é criar uma relação superficial e prejudicial para a equipe.


»Construa relações de colaboração

»O corpo de fuzileiros navais americano costuma colocar tenentes de 22 anos encarregados de comandar sargentos de 45. A ideia é fazer com que, apesar das diferenças de cargo e idade, ambos se tornem parceiros e escutem um ao outro.

»Quando as pessoas trabalham em cooperação em prol de um objetivo comum, conseguem superar as diferenças e contribuir com suas habilidades específicas para o projeto. Além disso, pesquisas revelam que a aprendizagem informal entre colegas costuma ser de grande efetividade, por isso, formar equipes de diferentes idades enriquece a troca de conhecimentos, beneficiando o negócio.



Mas, como gerir profissionais de diferentes gerações? Como motivar equipes com indivíduos mais velhos e experientes ou muito mais novos? E o que fazer para encorajar todos a compartilhar seus conhecimentos?.

»O que fazer

»Crie equipes com pessoas de idades diferentes e estimule a interação e a troca de aprendizado;

»Desenvolva planos de incentivo que levem em consideração a etapa de vida de cada colaborador;

»Faça pesquisas regulares para entender o perfil e as necessidades de seus colaboradores.



»O que NÃO fazer

»Criar grupos de afinidade com base apenas na faixa etária dos colaboradores;

»Praticar a comunicação “de cima para baixo”. Ouça as opiniões e incentive a equipe a compartilhar ideias;

»Agir como se já soubesse as necessidades dos colaboradores. Para motivá-los, é preciso conhecê-los.»





Inovação e recursos

Nenhum comentário:

Postar um comentário